A importancia de um bom passe

O jogo de Rugby é um jogo de deslocamento e de movimentação de bola, pelo que se torna necessário dominar a técnica de passe, enquanto o equipe está em movimento.
Equipes que tem jogadores que realizem corretamente esta acção técnico-táctica, causarão imensos problemas defensivos na equipe adversária.
 Ainda , um passe no timing certo impede a defesa de dominar o ataque, dado que sempre que a equipe com a posse de bola muda o ponto de ataque, torna-se impossível fixar os atacantes.
 
Equipes que recorrem a este estilo de jogo devem possuir grande capacidade física, técnico-táctica e psicológica, dado que no nível de jogo atual, cada vez mais existe uma menor diferença espacial (maior proximidade) entre atacantes e defesas
 
Como fazer um bom passe
Você terá uma grande habilidade em passar a bola de rugby, quando está concentrado em somente alguns conceitos básicos do passe.
 
– Em relação à sua posição no campo, suas mãos devem passar a bola para trás ou para o lado, nunca para frente.
– Tenha certeza de seu receptor.
– Mantenha os olhos e a mente no receptor.
– Desenvolva uma boa coordenação corpo/olho.
– Coloque-se no melhor lugar no melhor momento.
– Escolha o passe certo para cada situação.
 
Seu objetivo é passar para um jogador “atrás” de você.
 
“Passe Forward” significa em direção à linha de fundo, em relação à posição do portador da bola no campo.
 
A regra do rugby diz que a bola não deve ser passada para frente.
 
Sempre o objetivo é passar para um jogador “atrás” de você – o básico do passe no rugby. Você raramente fará um passe para frente acidentalmente.
 
O jogador pode estar a pelo menos 5 metros à sua direita e 1 centímetro atrás de você. Você pode passar direto para seu corpo e não será um passe para frente.
 
Você é melhor para passar para um jogador cujo está atrás o suficiente para que você passe a bola na sua frente e ainda assim não fazer um passe para frente.
 
Apesar de a bola não pode ser passada para a frente, a bola às vezes pode viajar para a frente e ele pode ser certa.
 
Visite o YouTube para uma excelente explicação sobre o Passe Forward.

Surge daí a importância de compreendê-las e treiná-las progressivamente a fim de garantir a qualidade técnica.

O objetivo do passe é continuar avançando no jogo e para atingi-lo sempre se deve procurar lançar a bola para um companheiro melhor posicionado. Lembrando que a qualidade do mesmo resultará sua melhor recepção e que, em todo momento, o passe deverá ser realizado de modo amigável, não constituindo um problema.

A seguir lhes apresentarei algumas dicas para desenvolver suas habilidades básicas:

No momento de passar a bola:

  • Corra em direção a um defensor;
  • Porte a bola com as duas mãos ao mesmo tempo deixando ocorrer o balanço dos braços, isto permitirá maior precisão e força no momento do passe;
  • Apoie-se na perna interna e virar de lado contra o rival e focar na visão e braços no receptor;
  • Olhe para o receptor utilizando cotovelos e punhos para controlar o vôo da bola, acompanhando também com as mãos o passe a altura do peito daquele;
  • Verifique que a bola foi pega por seu companheiro e coloque-se imediatamente como suporte para continuar atacando.

O jogador receptor da bola deve:

  • enquadrar corretamente o companheiro portador da bola lateralmente e em profundidade (distância variável após o tipo de passe – ¾-s ou avançados), com máxima concentração para obter o momento ideal de passe;

  • olhar a bola e eventualmente pedi-la, orientando a linha de ombros para tal;

  • sair com os braços esticados e com as palmas das mãos abertas ao encontro da bola para poder fazer um bom amortecimento;

  • no momento do passe (antes de receber a bola) acelerar a corrida.

Elementos-chave:

  • os gestos corretos dos braços e das mãos;

  • inclinar o corpo para o exterior no momento do passe;

  • o jogador que vai receber a bola deve mostrar as mãos com os braços estendidos;

  • antes da recepção da bola deve aumentar imediatamente a velocidade de corrida.

Erros mais comuns:

  • travar a corrida no momento anterior à recepção da bola;

  • não olhar para o receptor da bola e este não pedir a bola ao portador da bola;

  • não avançar a perna contrária à direção do passe, estando esta estendida;

  • não existe rotação do tronco, quando realiza o passe;

  • o passe não é direcionado para a zona da cintura do receptor;

  • a bola é passada com muitas oscilações.

Comentarios

Comentarios

admin

A MC Rugby possui uma equipe multidisciplinar, competente e atualizada. Pronto para atendê-lo em suas necessidades de treino, gestão de clube, organizaçâo de eventos, arbitragem e preparação física de seus atletas. Todos os produtos e serviços ofertados pela MC Rugby são resultado de muita pesquisa, experiência e seriedade. A uma única palavra orienta nossas ações: Excelência! Buscando sempre a inovação e a máxima qualidade em tudo o que fazemos, temos como meta ser uma referência brasileira e em breve internacional em rugby coaching. Acreditamos que a seleta formação dos profissionais que fazem parte da MC Rugby podem trazer soluções aos nossos clientes a ponto de colocá-los em um patamar superior de competição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!